Quem é o Pe Bruno Cadart

Eis uma apresentação breve do meu caminho para os leitores entenderem o conteúdo deste sitio.

1960

Nascimento no dia 08/02/1960 em Périgueux, 150 quilômetros de Bordeaux, na França.

1960 – 1977

Cresci em St Etienne e Le Creusot, perto de Lyon ate o Bac (Vestibular) no mês de junho de 1977.

1977 – 1986

Formação como médico juntamente com a formação para ser padre nos « G.F.U. » para a diocese de Créteil.

Tese sobre os cuidados paliativos

Pedi para entrar no seminário e a Igreja da França pediu-me que fizesse estudos de uma profissão ao mesmo tempo. Já entrara numa formação para ser padre que se chama “Grupos de Formação Universitários” (G.F.U.)

Assim, estudei medicina na faculdade da “Pitié Salpétrière” em Paris durante nove anos, e apresentei uma tese sobre os “Cuidados Paliativos” no dia 16 de junho de 1986 que foi editada em 1998 em Paris, reeditada em 2004 no Canada (“En fin de vie, Répondre aux désirs profonds des personnes” / “No fim da vida, responder às profundas necessidades das pessoas”) pela qual recebi a menção honrosa: “Muito bem”, a medalha de prata da faculdade e o Prêmio nacional de geriatria. Ao mesmo tempo fiz os estudos equivalente no seminário de filosofia com os G.F.U.

1986 – 1990

Seminário do Prado e « Maestrada de teologia » sobre a eutanasia

Entrei no seminário do Prado em Lyon quando o Papa João-Paulo II veio a Lyon para beatificar o Padre Antônio Chevrier, fundador desta Associação de Padres diocesanos (Instituto Secular de direito pontifical) em 2 de outubro de 1986.

Parei o exercício da medicina, mas continuei aconselhando e formando profissionais no mundo da saúde. Vivi num prédio no meio das pessoas num bairro pobre dos subúrbios de Lyon com outros colegas e estudei teologia na Faculdade Católica de Lyon onde apresentei uma “Maîtrise de teologize” sobre o seguinte assunto: “Qual é o diálogo possível entre a Legítima Associação de Morrer com Dignidade e a Igreja Católica?” (que promove e idealiza o direito à eutanasia). Foi publicada no ano de 2004 no Canadá com o título: “Réflexions sur mourir dans la dignité” (Reflexões sobre morrer com dignidade).

1989 – 1990

Fui ordenado diácono pela diocese de Créteil (nos subúrbios de Paris) no dia 3 de Junho de 1989 em Vénissieux (perto de Lyon) no bairro pobre onde vivia.

Fiz o Primeiro compromisso na associação dos Padres diocesanos do Prado no dia 10 de dezembro de 1989 em Lyon

Fui ordenado padre no dia 17 de junho 1990 em Villejuif (diocese de Créteil)

1990 – 1999

Padre nos Subúrbios de Paris em Champigny-sur-Marne (1990-1997) e Vitry-sur-Seine (1997-1999)

Acompanhei em particular os numerosos imigrantes portugueses da cidade de Champigny, a 12 quilômetros de Paris, fiz o Curso de verão para aprender Português, na faculdade de Coimbra no mês de julho de 1990.

De 1º de Setembro (1990) a 30 de setembro de 1997, fui Vigário em Champigny (Diocese de Créteil, arredores de Paris), nas paróquias de Notre Dame de Coeuilly e de Jean XXIII, com a missão de acompanhar a numerosa comunidade portuguesa, assim como aos outros imigrantes vindos de mais de 50 países diferentes. Acompanhei os jovens da Juventude Operária Cristã assim como os adultos na Ação Católica Operária, a Ação Católica dos meios Independentes (adultos das classes medias e da burguesia).

No dia 21 de janeiro de 1995, fiz o compromisso perpétuo como padre diocesano de Créteil na Associação dos Padres do Prado da França.

De outubro de 1997 até agosto de 1999, fui Pároco em Vitry sur Seine (diocese de Créteil, arredores de Paris) e acompanhava os mesmos movimentos como em Champigny.

1999 – 2005

Assistente do Responsável da Associação dos Padres do Prado na França

No mês de julho de 1999, fui eleito assistente permanente do Responsável dos Padres do Prado de França e morei em Lyon durante 6 anos, no Prado, visitando os padres do Prado da França, animando sessões, retiros, formações tanto para o Prado como para as dioceses que pediam a nossa ajuda.

2005 – 2009 No Brasil

Fidei donum em Cachoeiro da Itapemirim (Espirito Santo, Brasil), Padre em duas paróquias rurais

e ao serviço do Prado do Brasil

No dia 1° de novembro de 2005, fui enviado para a diocese de Cachoeiro de Itapemirim (Espírito Santo – Brasil) para uma missão pastoral numa paróquia da diocese e um serviço da Associação dos Padres do Prado no Brasil.

Colaborei com o Pe Juarez Delorto Secco nas paróquias de Guaçui e Dores do Rio Preto (agora bispo auxiliar do Rio de Janeiro – 2017). No início como vigário nas duas paróquias, depois como pároco de Dores. Continuando por um tempo morando em Guaçui para ter uma vida fraterna com o Pe Juarez e o Pe Pedro, padre bem idoso que nos ajudava e com o qual tínhamos uma vida de comunidade. No último ano (2009), colaborei e vivi esta vida fraterna com Pe Genivaldo que substituiu ao Pe Juarez e com Pe Wagner (pároco de Celina) e com a ajuda de Pe Pedro. No mesmo tempo apoiava o Prado do Brasil e dei formações, retiros, tanto pelo Prado como para dioceses.

2010 – 2015 em Madagascar e com visitas no Moçambique

Vigário numa paróquia pobre da roça na diocese de Fianarantsoa e responsável da formação dos Padres do Prado em Madagascar e noMoçambique.

Escrevi livro para ajudar os que lutam contra a doença do alcool.

Cheguei no dia 11 de março de 2010 na diocese de Fianarantsoa, Ilha de Madagascar, do tamanho de um Estado e meio de Minas Gerais, no sudeste da África enviado pelo Prado, de acordo com o bispo de minha diocese de Créteil a pedido da diocese de Fianarantsoa e do Prado de Madagascar. Como no Brasil, estou vigário numa paróquia rural com Pe Wilson que é pároco, e apoio os padres do Prado de Madagascar e animo retiros para as dioceses que o pedem.

Desde de dezembro de 2013, acompanho tambem o nascimento do Prado no Moçambique, pregando retiros dos padres das dioceses do Moçambique, visitando os que caminham com o Prado.

2015 – 2017

Reitor do Seminario international do Prado em Limonest, perto de Lyon, França

2017 – …

Paroco da paróquia São João XXIII do Bairro pobre do « Bois l’Abbé » em Champigny-sur-Marne e Chennevières-sur-Marne, 15 quilômetros de Paris, onde eu iniciei o meu ministério no mês de setembro de 1990 até agosto de 1997

Email e telefono do Pe Bruno:

Email:cadartbruno@gmail.com

Em Champigny quando alguem chama de fora da França Tel: 00-33 7 83 59 91 67

Ce contenu a été publié dans português. Vous pouvez le mettre en favoris avec ce permalien.

Laisser un commentaire

Votre adresse de messagerie ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *